.

.
Facebook: I lettori di Domenico Losurdo

giovedì 1 aprile 2010

Sul "Jornal do Brasil" una lunga recensione del Nietzsche di Losurdo

Il libro in Brasile è intanto rapidamente giunto alla seconda edizione [SGA].

No labòratorio de Nietzsche
Haron Gamal e Rafael Haddock-Lobo, Jornal do Brasil, 22 marzo 2010

RIO - Dentre as muitas epígrafes existentes no livro Nietzsche: o rebelde aristocrata, de Domenico Losurdo, a primeira é muito reveladora. Diz o seguinte: “Quem não o pode reivindicar? Dize-me apenas de que precisas e te encontrarei uma citação de Nietzsche. Pela Alemanha e contra a Alemanha, pela paz e contra a paz, pela literatura e contra a literatura” (Tucholsky).
A biografia intelectual e o balanço crítico do filósofo alemão serão discutidos exaustivamente nas 1105 páginas do livro. O historiador e filósofo italiano parte da formação do pensamento de Nietzsche, seus primeiros anos de juventude, sua judeofobia, o namoro com as idéias do musicista Wagner, abordando depois a maturidade intelectual do autor de O nascimento da tragédia, suas obras e a relação delas com o contexto histórico do período, mostrando que muitas das ideias e posições assumidas pelo filósofo, que se cristalizaram em aforismos...
Leggi tutto (in portoghese)

Nessun commento: